Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010

MUNDO ANTAGÓNICO

No copo de água redondo do Sistema Solar,
Surge uma reacção química singular.
As bactérias e os organismos no mar
conseguem a terra dominar.

Quatro eras indomáveis passam,
Cada uma mais bela que a anterior!
Meteoritos as devassam,
Mas chega O Ser "superior"....

O Nosso belo Mundo harmonioso;
Escondia agora um segredo tenebroso!
Sob a camada do azul glorioso,
Subsiste um crime pernicioso...

Há trinta! Decadentes! Lustros:
Uma máquina foi idealizada.
A salvação da civilização?
Não!
A derrota de milhões d' anos d' evolução!!!
Constantemente em repressão,
Até hoje, oh infelicidade disperssante!
A vida tem vindo a vergar-se à capitalização.
E toda a floresta, desesperada, morre, confinante!

Tudo, Hoje, é uma agressão; sensorial!
As "cidades", minadas!
Por dezenas de serpentes;
Brancas, escarlates, amaldiçoadas.
Inacabáveis colunas decadentes...!
E...coloridos matizes?
Não!
mais escamas enegrecidas...
Tantas como as mortes enaltecidas.

A Humanidade...
O seu sentido racional...a mente amante!
Entrou tudo num turbilhão possante
Tal qual vírus absorvente e alarmante.
Catalizado pela doente comunicação,
A qual entrou no quarto da...corrupção.

Se a tragédia estava feita, "a caixa" trouxe pior.
Teratoneladas de nefasta violência e de rumor
Enfatizam guerras e desrespeito humano sem pudor,
Pela imaculada, mas condenada paz até...!
Existem, efémeras, divisórias entre o bem e o mal...
Porém, misturam-se estas numa solução coloidal,
Somente destrinçada por microscópios potentes
Munidos com poderosas, magnas, neurolentes.

Um Mundo multipolar que converge nas cidades
Fazendo pouco do espaço e do tempo com saudade...
Vivendo da esmerada Natureza, qual mãe estafada,
Não em sintonia com ela e esperando que consinta.

Estando o mal realizado, não há mais a compor
Enquanto o ambiente cínico do banco encobrir o seu, fétido, odor,
O Presságio da ganância, da Morte e do Terror,
Jamais deporão os senhores do Mundo do mal...

A Utopia, obstinadamente desejada,
Mantém o pé fora do Universo Físico
Enquanto a confiança mútua for mínima
e o civismo, por satisfação, raro,
Nunca veremos a sua bondosa face.

Religioso ou Comunista,
Rico ou Exilado
Pobre, Capitalista
Popular ou mesmo Ateu,
Só uma mente aberta é feliz.
É justa, é cívica, é livre
Como os elementos,
como foi Prometeu...

 

Este poema foi escrito pelo "misterioso visitante de Shangai " quando tinha apenas 14 anos, um Jovem Astrofísico Amarelejense (ou quase), que passou por Shangai e está neste momento na Holanda, na Universidade de Utretch a desenvolver uma tese de doutoramento em Física Solar.... (mais um mistério desvendado).

   

amarelejando às 23:12
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Sandra Frade a 8 de Outubro de 2010 às 19:05
Muito Bom ...com um "corpo" sublime mas forte e verdadeiro ! Parabéns "misterioso visitante "
De amarelejando a 9 de Outubro de 2010 às 23:08
Foi-me enviado por uma mãe a rebentar de orgulho de um filho muito especial.

Comentar post


» AUTORA DO CANTINHO

» SIGAM-ME

. 7 seguidores

»Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

»Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

»COMENTADORES DE SERVIÇO

Pois é QuinaComo eramos felizes nessa altura! Fora...
Olá Manuel É claro que não me importo, até agradeç...
Esqueci-me de me identificar: manuelfialho@gmail.c...
Viva!Como revi parte da minha infância neste texto...
Olá, eu gostaria que me pudessem dar uma ajudinha ...
... o título correcto do post seria " Não à extinç...
cidália, ao ler este pequeno texto que tu escrevei...
Esse pôr de sol, eu já vi!Há sessenta anos, ou mai...
É verdade Cidália a Amareleja também foi represent...
sem eu gostar de dizer estas coisas, mas não resis...

»O QUE JÁ ACONTECEU

» Dezembro 2011

» Outubro 2011

» Setembro 2011

» Agosto 2011

» Julho 2011

» Junho 2011

» Maio 2011

» Abril 2011

» Março 2011

» Fevereiro 2011

» Janeiro 2011

» Dezembro 2010

» Novembro 2010

» Outubro 2010

» Setembro 2010

» Agosto 2010

» Julho 2010

» Junho 2010

» Maio 2010

» Abril 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

» Dezembro 2009

» Novembro 2009

» Outubro 2009

» Setembro 2009

» Agosto 2009

» Julho 2009

» Junho 2009

» Maio 2009

» Abril 2009

» Março 2009

» Fevereiro 2009

» Janeiro 2009

» Dezembro 2008

» Novembro 2008

» Outubro 2008

» Setembro 2008

» Agosto 2008

» Julho 2008

» Maio 2008

» Abril 2008

» Março 2008

» Fevereiro 2008

» Março 2007

» Fevereiro 2007

» Novembro 2006

» Agosto 2006

» Julho 2006

» Maio 2006

»O QUE JÁ ACONTECEU

» Dezembro 2011

» Outubro 2011

» Setembro 2011

» Agosto 2011

» Julho 2011

» Junho 2011

» Maio 2011

» Abril 2011

» Março 2011

» Fevereiro 2011

» Janeiro 2011

» Dezembro 2010

» Novembro 2010

» Outubro 2010

» Setembro 2010

» Agosto 2010

» Julho 2010

» Junho 2010

» Maio 2010

» Abril 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

» Dezembro 2009

» Novembro 2009

» Outubro 2009

» Setembro 2009

» Agosto 2009

» Julho 2009

» Junho 2009

» Maio 2009

» Abril 2009

» Março 2009

» Fevereiro 2009

» Janeiro 2009

» Dezembro 2008

» Novembro 2008

» Outubro 2008

» Setembro 2008

» Agosto 2008

» Julho 2008

» Maio 2008

» Abril 2008

» Março 2008

» Fevereiro 2008

» Março 2007

» Fevereiro 2007

» Novembro 2006

» Agosto 2006

» Julho 2006

» Maio 2006

Cidalia Guerreiro

Cria o teu cartão de visita

»OS RETRATOS

»PROCURAR

»EM LINHA

online

»POR ESSE MUNDO FORA

free counters

»DESDE ABRIL DE 2009

Web Counters
Dating Charleston