Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

Mais um motivo de orgulho ...

Da autoria do Arquitecto João Castro (Quadrante), o Edifício Sede da AMPER na Central Fotovoltaica de Amareleja é um dos primeiros “Edifícios 0 Emissões” em Portugal.

“De arquitectura sustentável, 0 emissões, combina um desenho solar passivo com sistemas de climatização activos sustentáveis”; ou seja é um edifício que produz a energia que consome.

O edifício de 3 pisos tem uma área total de 512m2, e, para além de funções administrativas, deverá funcionar ainda como edifício de controle/ manutenção e “showroom”.

É um edifício muito bonito, com algumas características técnicas que o tornam num dos melhores da região.

É pena, na minha humilde opinião claro, que um edifício destes esteja “escondido”, e é pena que poucas pessoas o conheçam.

Sem me querer intrometer, e sem saber ao certo qual a intenção dos proprietários, acho que deveria ser avaliada a hipótese de algumas entidades locais, como a Câmara, a Junta de Freguesia, a Escola Básica etc., poderem utilizar este espaço para o desenvolvimento de algumas actividades. Seria uma forma de dar a conhecer o edifício e ao mesmo tempo de aproveitar as suas potencialidades.

“A Sul desenha-se a entrada, no longo muro que acompanha todo o percurso, de vista rural e autóctone. A Norte, a vista lança-se sobre o mar de seguidores solares.”

 

 

 

“A central transforma a paisagem, o virgem e espraiado cedem lugar ao denso e artificial, ganhando características de construído/ urbano. Esta visão, transpira para o desenho, onde o traço tradicional se funde com o contemporâneo.”

 

 “É um edifício branco de águas inclinadas que se esconde a sul atrás de um muro, onde o percurso finda em grandes vãos a Norte, acabando-se o mistério.”

 

Fonte: Arq.º João Castro - Quadrante

amarelejando às 00:04
link do post | comentar | favorito
|

»Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

»NOTÍCIAS FRESQUINHAS

» EM PAUSA ...

» SÓ O POVO

» O POÇO DA MINHA INFÂNCIA

» PERCURSO PEDESTRE "ROTA D...

» MONSTRO MORIBUNDO

» MOTES DOS MONTES – 15

» VAMOS AJUDAR OS BOMBEIROS

» REPROVADO POR UNANIMIDADE

» NÃO À EXTINÇÃO DE FREGUES...

» MORREU STEVE JOBS

» SAUDADES DE... FLORBELA E...

» AGORA É QUE CONTA

» ASSIM SE COME N'AMARELEJA

» ALTO E PÁRA O TRABALHO!

» A NOSSA IGREJA VAI TER TE...

» FEIRA DE SETEMBRO 2011 - ...

» ASSIM SE COME N'AMARELEJA

» SIRENIA

» FOTOGRAFANDO O MEU ALENTE...

» FEIRA DE MOURA 2011

»COMENTADORES DE SERVIÇO

Pois é QuinaComo eramos felizes nessa altura! Fora...
Olá Manuel É claro que não me importo, até agradeç...
Esqueci-me de me identificar: manuelfialho@gmail.c...
Viva!Como revi parte da minha infância neste texto...
Olá, eu gostaria que me pudessem dar uma ajudinha ...
... o título correcto do post seria " Não à extinç...
cidália, ao ler este pequeno texto que tu escrevei...
Esse pôr de sol, eu já vi!Há sessenta anos, ou mai...
É verdade Cidália a Amareleja também foi represent...
sem eu gostar de dizer estas coisas, mas não resis...

»TEMAS

» todas as tags

»O QUE JÁ ACONTECEU

» Dezembro 2011

» Outubro 2011

» Setembro 2011

» Agosto 2011

» Julho 2011

» Junho 2011

» Maio 2011

» Abril 2011

» Março 2011

» Fevereiro 2011

» Janeiro 2011

» Dezembro 2010

» Novembro 2010

» Outubro 2010

» Setembro 2010

» Agosto 2010

» Julho 2010

» Junho 2010

» Maio 2010

» Abril 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

» Dezembro 2009

» Novembro 2009

» Outubro 2009

» Setembro 2009

» Agosto 2009

» Julho 2009

» Junho 2009

» Maio 2009

» Abril 2009

» Março 2009

» Fevereiro 2009

» Janeiro 2009

» Dezembro 2008

» Novembro 2008

» Outubro 2008

» Setembro 2008

» Agosto 2008

» Julho 2008

» Maio 2008

» Abril 2008

» Março 2008

» Fevereiro 2008

» Março 2007

» Fevereiro 2007

» Novembro 2006

» Agosto 2006

» Julho 2006

» Maio 2006

Cidalia Guerreiro

Cria o teu cartão de visita

»OS RETRATOS

»PROCURAR

»EM LINHA

online

»POR ESSE MUNDO FORA

free counters

»DESDE ABRIL DE 2009

Web Counters
Dating Charleston